Politica de cookies

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Gatos salvam a vida a bebé

História verídica passada na época de Natal de 2008 na Argentina




Podia ser mais uma bela história de Natal, mas não é! Aconteceu mesmo e faz-nos acreditar que esta quadra ainda pode ter magia.

Nesta altura do ano é Verão no hemisfério Sul e talvez por isso possamos estar a contar a história de um milagre e não de uma tragédia, que poderia ocorrer noutros locais.

Tudo começa com um sem-abrigo e o seu filho mais novo, de pouco mais de um ano. Sem que ainda se saiba exatamente como, o pai perdeu a criança na cidade argentina de Posadas, no distrito de Misiones. Informou de imediato as autoridades mas, apesar de ter sido intensamente procurada, a criança não foi encontrada de imediato após o seu desaparecimento. Dias depois, uma oficial da polícia que se dirigia para a paragem de autocarro no bairro do Cristo Rey, onde iria apanhar o transporte para a esquadra, estranhou estar um grupo de gatos a dormir em redor de qualquer coisa que lhe parecia um boneco. Para seu espanto, quando se aproximou e alguns gatos se afastaram, descobriu que não era um brinquedo, mas sim uma pequena criança que dormia tranquilamente no meio de oito gatos, apesar de estar suja de lama e ter feito todas as necessidades nas calças durante alguns dias.

Chamadas de imediato equipas de socorro policiais, estas constataram que a criança estava aparentemente bem, não obstante as baixas temperaturas que se fazem sentir à noite. O seu estado foi posteriormente confirmado no hospital da cidade e, para espanto de todos, não estava sequer mal nutrida, o que leva a crer que os gatos tenham mesmo levado algum tipo de comida ao bebé, muito provavelmente restos de alimentos que encontraram no lixo, dos quais a criança se terá alimentado durante o tempo em que andou perdida.

Os polícias da esquadra onde trabalha a oficial ajudante Lorena Lindgvist, que descobriu a criança, tiveram ainda tempo para dar banho e vestir o menino com roupa nova, antes da chegada da família. A criança foi entretanto entregue aos cuidados ao pai, que apareceu pouco tempo depois na esquadra local.

O menino continua agora à espera de outro milagre, já que também vive na rua com o pai e mais quatros irmãos, com o pouco dinheiro que o progenitor consegue amealhar com a recolha de cartão nas ruas da cidade.

Quanto aos verdadeiros heróis desta história, os gatos, nada se sabe, apenas que continuam na rua!

Sem comentários:

Enviar um comentário